Gongo

Consultório / Dentistas

5 coisas que sumiram dos consultórios odontológicos

Com a evolução da odontologia, muitas técnicas e práticas de gestão simplesmente entraram em extinção. Pensando nisso, criamos uma lista com 5 coisas que sumiram dos consultórios odontológicos e viraram peça de museu!

Alguns desses itens ainda não desapareceram completamente, mas não se preocupe se você encontrá-los no seu consultório: para todos eles há uma alternativa mais moderna que facilita a vida do profissional e ajuda na organização do trabalho (V-I-V-A!!!).

1. Agenda de papel

Agenda de papel

Essa é mega ultrapassada e a mais resistente da lista. Há tantas ferramentas disponíveis que usar uma agenda de papel é mesmo o fim da picada. Imagine você utilizar um recurso que seu avô dentista usava! Sua agenda pode ser acessada pelo smartphone, tablet ou computador? Você consegue consultar os dados do paciente a qualquer hora, de qualquer lugar? Sua agenda confirma automaticamente as consultas para você não ficar esperando o paciente à toa? Se você respondeu “não” a alguma dessas perguntas, está na hora de você clicar aqui e conhecer o Gongo (dica: é grátis).

2. Ficha de papel

Ficha de papel

Chega a ser engraçado ir a um consultório e ver alguém usando ficha de papel! Além de ineficiente, atrapalha o serviço da secretária. Pense em quanto tempo ela perde até encontrar a ficha de um paciente e no trabalho que dá manter milhares (sim, milhares) de fichas organizadas. Além disso, confiar todas as informações do seu principal bem (seus pacientes) a um pedaço de papel não é algo muito seguro e ocupa um tremendo espaço, transformando boa parte do seu consultório em um arquivo. Com softwares online como o Gongo, tudo fica organizado de forma segura e fácil de buscar, o que facilita a vida da secretária e deixa ela mais livre para atender com calma os pacientes que estão no consultório.

3. Amálgama

Amálgama

Essa liga metálica era a escolha número um para restaurações. Além de o dente ficar com aspecto feio, muitos pesquisadores afirmam que ela pode trazer riscos para a saúde. Hoje, praticamente todos os consultórios odontológicos fizeram a substituição pela massa branca, mais bonita e menos agressiva para a saúde. Uma evolução e tanto, diga-se de passagem.

4. Cinto de segurança

Cinto de segurança

Cinto de segurança? No consultório odontológico? Por quê? Porque as extrações eram feitas sem anestesia, jovem. Amarrar as mãos e cintura do paciente à cadeira era a única forma de garantir que ele aguentasse a dor, não saísse correndo do consultório nem tentasse matar o dentista em um instinto primitivo de sobrevivência. Anestesia, sua linda!

5. Dente de ouro

Quem não se lembra dos famosos dentes de ouro? Você certamente lembra de algum tio ostentando um. Fabricados em laboratórios de prótese dentária e adaptados ao paciente pelo dentista, eles davam aquele charme (só que não). Hoje, viraram excentricidade de artista.

E aí, o que você achou da lista? Lembrou de alguma raridade que ficou de fora? Conte para a gente nos comentários!